Portfólio
conheça alguns projetos
resgatar
Projeto: Regina Gouvea/ PhotoArt Eduardo Motta
Relicários
As caixas, um símbolo feminino, são interpretadas como uma representação do inconsciente e do corpo materno. Talvez seja por essa razão que gostamos tanto de guardar nelas objetos que despertam e inspiram em nós algum sentimento. Com essa ideia surgiram os relicários para receber nossos amuletos, objetos raros e valiosos de afetividade. Todos temos os nossos tesouros guardados, geralmente eles são objetos que descobrimos ao longo de nossa história, encontrados em viagens que fazemos ou mesmo garimpados como herança dos nossos antepassados. Cada peça armazena um forte sentimento de gratidão, boas lembranças, admiração e religiosidade. Pensando nessa bagagem emocional e no universo simbólico de imagens que armazenamos na memória, ao longo da vida, criei os relicários para guardar as preciosidades que nos emocionam de alguma forma. Um projeto antigo que criou força ao conhecer o Guilherme (o Gui), o menino valente que sofre de paralisia cerebral decorrente a uma atividade elétrica anormal do cérebro. Em seu quadro atual de paralisia cerebral, ele vive no seu próprio mundo, sem se locomover, alimentar ou respirar como a maioria das crianças de sua idade. Ao visita-lo e descobrir que de seus oito anos, dois foram vividos numa cama de hospital, senti um desejo enorme de conhecer sua caixa de Pandora e descobrir a esperança que ali habita. Segundo os médicos, a unica possibilidade de melhorar seu quadro clínico é por meio de estímulos tais como fisioterapia, fonoaudiologia, massagem, entre outros. Minha ideia é fazer as caixas rodarem o mundo e se encherem de força e esperaça para à cura do Guilherme. Eu acredito que um dia ainda conversaremos e ele me contará um pouco das imagens por onde andou e dos caminhos que percorreu. Desde o nosso encontro é com essa inspiração, arte e carinho que confecciono as caixas para auxiliar os tratamentos médicos dos quais ele precisa. Todas as caixas estão à venda e 50% do valor arrecadado será destinado ao tratamento do Gui.
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest
© 2018 - Regina Gouvea - Atelier de Arquitetura. Todos os direitos reservados